terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

[Anime] Gangsta.

Hey~
Então, eu acabei ficando sem internet por uma semana por umas questões pessoais de viagem e coisa e tal, e hoje cheguei em casa e finalmente tem internet. Como resultado, eu acabei vendo muito anime, e em consequência, bateu aquela vontadezinha de fazer um texto de desapego de um vício de anime, ou no caso expor a minha indignação, essas coisas.
Bom, e quanto ao post que tinha prometido, aconteceu o problema de não ter internet, e eu não consegui me concentrar em escrever mesmo assim, então pode vir a calhar que eu poste ele nessa semana ou na próxima.
De todo modo, não vou enrolar muito, vamos ao post de hoje~


Sinopse: A história gira em torno de Nicolas e Worick, dois homens que assumem trabalhos na máfia e na polícia, na cidade de Ergastulum, que é uma cidade podre comandada pela máfia, criminosos, prostitutas e policiais corruptos. Eles são aqueles que pegam os trabalhos que ninguém mais quer. Certo dia, um policial que eles conhecem na cidade pede ajuda para derrubar uma nova gangue que está devastando o território em nome de uma família mafiosa. Parece que vai ser o procedimento de sempre, mas os dois aprenderão rápido que esse trabalho é muito mais complicado do que eles esperavam.
Ano de lançamento: 2015
Episódios: 12
Gêneros: Ação, Drama, Seinen.

         Em primeiro lugar, Gangsta é um anime que já tem um tempo que queria assistir, e foi uma das recomendações de uma amiga minha, mas não só isso, eu tinha pesquisado um pouco em alguns canais do youtube, e me chamou bastante atenção para assisti-lo. E o fato do mangá está sendo publicado no Brasil meio que influenciou um pouco (eu nem sabia, mas como fui fazer um tour por Porto Alegre em dezembro, eu meio que encontrei muitos mangás que nem sabia que estavam sendo publicados no BR). Ele é o segundo anime que estou comentando aqui porque em parte no momento que estou elaborando eu estou sem internet (07/02) e também porque acabei de assisti-lo, e sinto que devo montar um texto sobre todas as minhas expectativas e análises que fiz enquanto assisti. Vale lembrar também, que esta resenha está sendo elaborada com relação ao Anime, eu ainda não li o mangá, mas gostaria de ler logo após publicar esse post.

(Bom, como eu disse no post de Psycho Pass, a escolha de continuar a ler é totalmente sua. E sim, vai ter spoiler a baixo.)

        Então, antes de tudo, ao meu ver Gangsta é um anime que tinha tudo para ser um bom anime, tem uma história entre os personagens principais bem interessantes (nesse caso, eu falo do Nicolas e do Worick/Wallace), um personagem fodão que não é bem fodão [desculpa, fica no ar o spoiler aí~], umas boas lutas, um designe gráfico que vez ou outra ficava meio “wtf”, e alguns momentos com uma comédia para dar umas risadinhas e depois voltar a tensão/história, mas que ao meu ver acabou se tornando uma “propaganda” do mangá, mais ou menos com uma ideia tipo “Isso tudo acontece, mas quer saber o desfecho? Acompanhe o mangá. Bjs~”. Para falar a verdade, a produção dos animes adaptados geralmente tem esse objetivo de tentar adaptar as histórias, mas não colocar 100% das coisas que acontecem, ao ponto de ficarem faltando algumas cenas que são julgadas como de menor importância para a trama. No entanto, com Gangsta isso foi levado a um novo nível, ao ponto de que o anime não tem um final, eles só jogaram lá e pronto, acabou, fim. Não sei se é por conta de até o lançamento do anime esse arco no mangá ainda não ter sido terminado, mas isso de certa forma é um ponto negativo. 
       Sendo assim, finalmente irei comentar a história, e tentarei ao máximo evitar contar spoilers, mesmo já tendo dado alguns até agora [perdão]. A história é boa, e até que ela é bem explorada, quero dizer, mostrar um pouco do contexto geral, por exemplo, o que é a tal da Celebrer, uma explicação breve do que são os Twilights –“emplacados”- e sobre os caçadores, e uma breve comparação entre twilights e caçadores, além disso, os fatos que acontecem no decorrer do anime ajudam a introduzir o passado dos personagens principais, e também para complementar a história dos personagens secundários. No entanto, há algumas falhas, e deixaram algumas partes da história completamente sem explicação, como por exemplo, algumas explicações sobre a Erica e Mikhail, e os próprios Esminets.


         Eu quero dizer também que, na primeira vez que assistir ao anime, por estar um pouco ocupada, com a cabeça em outro lugar por questões pessoais mesmo e talvez por não ter tido um tempo muito grande para analisar a trama, meio que talvez deva ter passado despercebido por algumas coisas, como desenvolvimento de personagens, no entanto, eu revi o anime antes de começar a escrever essa resenha, e mesmo assim ainda estou com um pouco de receio do que devo escrever com relação a isso. Neste tópico, só me vem à cabeça a Alex, eu não consegui notar uma personalidade muito forte nela, talvez a questão de estar se “tratando” do uso continuo da droga TB, faça com que ela meio que se redescubra. Já que a própria droga faz com que as mulheres percam suas memórias, no caso ela se esqueceu de diversas coisas que aconteceram antes do Barry aparecer, coisas importantes como seu irmão mais novo. Porém, teve um momento no episódio 9 que merece um pouco mais de destaque nesse caso, no momento em que Loretta diz para Alex que ela deve sair, e Loretta continua na Bastart ela tem algum lapso de memória do irmão, e decide ficar para proteger Loretta, ao meu ver, esse momento pode se notar que Alex talvez ao não ter conseguido proteger o irmão em uma situação bem parecida no passado, decide reescrever a história através dessa experiência, e sendo assim fica para proteger Loretta
         De qualquer forma, uma das razões de ter assistido Gangsta está no fato da trilha sonora deste anime ser muito boa, digo isso me referindo a opening e a ending, a opening tem uma música muito boa, e que de certa forma combina muito bem com a composição das imagens – e eu gosto da composição das cores, ajudam a formar um clima muito bom para a obra [não preciso dizer que eu fiquei 4 dias escutando essa música, ao ponto de ficar cantarolando sozinha], e quanto a ending é bem calma, faz um contraste com a opening, e também tem a mesma jogada das cores. Quanto a OST, ela consegue harmonizar muito bem com o momento, e de certa forma, combina muito bem com o contexto geral da obra.


         A partir daqui eu falarei mais sobre minha opinião, com algumas possíveis reações em alguns momentos da história, e sobre as minhas expectativas que tinha antes de assistir ao anime, e sobre o que acho dele agora. Primeiramente, eu tinha muita expectativa sobre esse anime, esperava que ele fosse muito bom, mas ao chegar no final eu fiquei com uma cara de perdida que se perguntava se realmente iam terminar ali, então de certa forma me desanimou com relação a ele, mas não se confundam, eu acho Gangsta um anime bom, mas que poderia ter sido melhor. Eu até espero que tenha segunda temporada, mesmo já tendo lido algumas pessoas comentando por aí que as chances tendem a zero. Lógico, eu não posso opinar muito bem porque não li o mangá, mas tentarei ler e por isso, este post está passível de edição. 
       Bom, aqui é mais uma curiosidade do que aconteceu comigo. Eu sempre gostei de analisar alguns dubladores, para depois ficar “Meu Deus, tal personagem tem a mesma voz que fulano”, então eu tenho alguns seiyuus (dubladores) favoritos e entre eles está o Junichi Suwabe [dublador do Worrick (Gangsta), Viktor Nikiforov (Yuri!!! On ice), Ren Jinguji (Uta no Prince-sama), etc...], acontece que recentemente eu tenho visto tantos animes que ele dubla algum dos personagens que eu me acostumei, e eu demorei 5 episódios para me tocar que ele dubla o Worrick, e depois ainda fiquei me perguntando onde eu estava com a cabeça por não ter percebido isso. Por fim, tem mais um dublador que eu considero meu favorito e dubla outro personagem em Gangsta, que é o Takahiro Sakurai [dublador do Marco (Gangsta), Luka Crosszeria/Zess (UraBoku), Makishima Shougo (Psycho Pass), etc...]. 
         Por último, se você leu até aqui [Parabéns você merece um prêmio], caso não tenha assistido ao anime ainda, recomendo que assista e tire suas próprias conclusões, e caso já tenha assistido e queira deixar seu ponto de vista, sinta-se à vontade caso queira expor suas opiniões no espaço destinado aos comentários. 
Obrigada~ 
Beijos e Até mais~
Créditos:
IMG 1- www
GIF 1 - www
GIF 2 - www
 GIF 3 - www

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer deixar alguma sugestão de melhoras, ou comentar sobre algo abordado no post? Sinta-se livre, abaixo segue algumas regras de boa convivência nos comentários~

1 - Não xingar o autor e as de mais pessoas, usando palavras ofensivas.

2 - Sempre irei responder, e tentarei o mais rápido possível.

3 - Por ora, os comentários não tem moderação,mas caso venha a calhar alguma mudança esta regra irá mudar para uma pequena recomendação de espera~.


✓ ✖ εїз ♥ ❤ ❥ ♡ ♥ ღ ɞ ♛ ♚ ♝ ♞ ♜ ♟ ♔ ♕ ♖ ♗ ♘ ♙ ☼ ☀ ☁ ☂ ☃ ☄ ☮ ♂ ♀ ☠ ♪ ♫ ♩ ♬ ☺ ✿ ⓡ ⓒ ♨(o・з・o) OωO (≧∩≦) (っ・ω・)っ (●´ω`●) (o・ε・o) (・ε・`。) (⊃ω⊂) (≧∪≦) (。・ω・。) (。TωT)/ (。・_・。) ಥ_ಥ
ಠ_ಠ ●ω● ●﹏● ⊙0⊙ ⊙︿⊙ ⊙ω⊙ ⊙﹏⊙